Documento sem título
Terça, 10 Outubro 2017 10:24

Operação da PRF recupera R$ 900 mil em produtos

Foto: Divulgação/ PRF-BA
Operação da PRF recupera R$ 900 mil em produtos

 

A Operação Furta Ônus, da Polícia Rodoviária Federal (PRF) na Bahia, resultou na prisão de integrantes de uma quadrilha de roubo de cargas com atuação na região sudoeste da Bahia, na BR-116, na divisa com Minas Gerais, e na BR-251, no estado vizinho.

A operação começou no dia 24 de setembro e terminou no sábado (7). O balanço foi divulgado neste domingo (8). Foram recuperados equivalente a R$ 900 mil em mercadorias roubadas, sendo a maioria composta por produtos de fácil revenda, como gêneros alimentícios, cosméticos, eletrônicos e brinquedos.

Também foram recuperados cinco veículos roubados, uma arma e cinco munições foram apreendidas. Seis pessoas envolvidas com os assaltos a caminhoneiros ainda foram detidas. A ação identificou ainda os locais onde os produtos eram armazenados após o crime.

Na noite da quarta-feira (4), as equipes encontraram, às margens da rodovia, no município de Cachoeira de Pajeú (MG), a 40 Km da divisa com a Bahia, uma motoneta com registro de roubo. O veículo era usado pelos criminosos nos assaltos.

Uma hora mais tarde, já na cidade de Santa Cruz de Salinas (MG), a 70 Km da divisa, os agentes recuperaram um veículo roubado que usava placas clonadas. A casa onde o carro estava estacionado tinha as portas abertas, com aspecto de abandono, e dentro havia um refrigerador novo, ainda na embalagem, e grande quantidade de gêneros alimentícios. Segundo a PRF, tudo era oriundo de roubos.

No mesmo dia, novamente em Santa Cruz de Salinas, a polícia encontrou uma borracharia e uma fazenda, que serviam de esconderijo para as mercadorias roubadas. Um homem foi preso por receptação de produtos roubados.

A Operação Furta Ônus ainda contou com a participação de policiais do Núcleo de Operações Especiais (NOE/BA) e dos Grupos de Patrulhamento Tático (GPTs) da Regional, sob planejamento do Comando de Operações Especializadas (COE).

Fonte: G1
TOP